26 de setembro de 2010

O frio que veio da rua


Sozinho andando pela rua,
no frio que caustica minha alma,
indo comprar algo que ilude minha alma,
e a alma de um amigo de copos, tragos e palavras,
revi uma cena,
que me tras um certo ar de nostalgia,
mas uma nostalgia dolorosa,
me fez lembrar voce,
não um você em particular,
mas sim um você,
que ainda nao defino quem é,
mas somente você pode se definir,
se é quem eu me refiro

Senti uma certa dor,
senti aquele vazio,
de que mesmo com alguem ao meu lado,
eu poderia estar com aquele maldito sentimento,
que me nego assumir que eu tenho ou ja tive,
e até em meus textos e pensamentos não o cito,
o sentimento de estar só...

Pode ser apenas o clima,
pode ser apenas por eu ser eu,
pode ser porque eu goste de voce,
ou pode ser porque necessito estar com alguem,
mas defino somente como algo da minha alma...

João Pedro Almeida

2 comentários:

Leandro Marinho Figueiredo disse...

Ah!..Solidão..

Fátima disse...

eu sinto isso, ou melhor eu vivo isso!!! as vezes acho que é saudade de mim mesmo, de vez enquanto eu saiu em viagens ai vem a saudade de mim...