17 de outubro de 2009

Ouço você

Puxe aquela cadeira do canto, me peça ou ate roube de mim um copo de sua bebida favorita, acenda um cigarro, agora fale-me de suas dores, diga-me o que lhe aflige, podes me dizer, desabafe todos seus medos, todos seus desejos, conte-me mesmo suas dores, podes me perguntar tambem porque somente quero ouvir sobre suas dores, eu responderei rapidamente, nao necessito saber sobre seus amores, pois eu sou todos seus sentimentos de amor...
[JPNA]

2 comentários:

Renato disse...

Este, é um realizador de sonhos, de amores.

Parabéns pelo belíssimo texto.

Juuh!aum disse...

Muiito Obrigado e Volte sempre para dar suas sinceras opinioes sempre